Entrada de recursos faz dólar cair a R$ 1,635

Clima favorável no exterior e expectativa de continuidade na alta dos juros no País ajudam queda

Fabio Gehrke, da Reuters,

12 de junho de 2008 | 16h38

O dólar fechou em baixa nesta quinta-feira, 12, aproveitando o clima favorável do cenário externo durante a maior parte do dia e a expectativa de que o juro continuará a subir, atraindo mais recursos ao País. A moeda norte-americana caiu 0,43%, para R$ 1,635.  "Lá fora (o mercado) está muito positivo com alguns dados que saíram", disse Rodrigo Nassar, gerente da mesa financeira da Hencorp Commcor Corretora, referindo-se às vendas no varejo de maio, que superaram as estimativas.  Nos Estados Unidos, as bolsas de valores operaram em alta durante quase todo o dia e só perdiam força no final da tarde.  Nesta quinta-feira também foi divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, mostrando que o comitê continuará a elevar a taxa de juro "enquanto for necessário" para garantir a inflação na trajetória da meta. E, agora à tarde, teve um fluxo (de entrada de recursos), o que deu uma derrubada" na cotação do dólar, acrescentou o gerente.  Segundo um operador, que pediu para não ser identificado, teve destaque uma grande entrada de recursos por parte de uma mineradora.  Para João Medeiros, diretor de câmbio da Pioneer Corretora, o mercado cambial está refletindo a entrada de recursos para a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da OGX na Bolsa de Valores de São Paulo.  Na última hora de negócios, o Banco Central realizou um leilão de compra de dólares no mercado à vista e definiu taxa de corte a R$ 1,6341.

Tudo o que sabemos sobre:
DólarMercado Financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.