Entrar no grupo é tarefa árdua

Há oito anos no País, o Instituto Empreender Endeavor seleciona periodicamente empresas para oferecer apoio em gestão e capacitação. Basta enviar um formulário, encontrado no site www.endeavor.org.br, para se candidatar. Mas a seleção é dura. "Não escolhemos empresas muito pequenas, nem aquelas já consolidadas", diz Paulo Veras, diretor do Instituto no Brasil.Em geral, as escolhidas têm um faturamento anual um pouco acima de R$ 1 milhão. "É preciso ter bons produtos, potencial de crescimento e seus sócios devem ter espírito empreendedor, ou seja, nunca estarem satisfeitos."Hoje, 37 empresas brasileiras fazem parte do Endeavor. Entre elas estão a rede de fast food Spoleto e a de lavanderias Dry Wash. "Em média, as empresas do grupo crescem 40% ao ano. Seu faturamento médio está na casa dos R$ 30 milhões", diz Veras. Internacionalmente, o Instituto tem sede em Nova York e atua, além do Brasil, em mais sete países. "Se um país quiser crescer, tem de dar condições para as suas empresas crescerem", afirma Veras. "Queremos criar modelos de empreendedorismo para que cada vez mais as pessoas se espelhem e enveredem por esse caminho."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.