ENTREVISTA-China tenta atrair grandes mineradoras estrangeiras

A China leiloará a concessão de trêsáreas para mineração, numa tentativa de convencer potenciaisinvestidores de que o país é um destino seguro parainvestimentos de alto risco do setor, disse um vice-ministro derecursos naturais chinês na sexta-feira. Atenta ao apetite do mercado chinês por metais, Pequimafirmou que acolherá investidores estrangeiros interessados naexploração de recursos minerais, especialmente aqueles que sedisponham a desenvolver áreas que precisam de uma quantidademaior de investimentos ou tecnologia. Até agora, no entanto, apenas mineradoras pequenas, como aEldorado Gold Corp ou a Sino Gold Mining Ltd acreditaram na boavontade chinesa. Gigantes globais como a BHP Billiton ou a Rio Tintocontinuam desconfiadas sobre se realmente conseguiriam odireito de desenvolver grandes jazidas, caso fossemencontradas. "Esperamos que as companhias estrangeiras venhamdesenvolver grandes projetos de metais, como minas de minériode ferro, cobre e chumbo-zinco. Existem obstáculos, mas tambémestamos estudando para melhorar a situação", explicou Wang Minem uma entrevista durante o Congresso do Partido Comunista,realizado nesta semana em Pequim. "Pretendemos identificar algumas áreas que podem oferecerum grande potencial, com risco igualmente alto, e utilizar umprocesso de licitação para oferecê-las às melhores companhias,tanto nacionais quanto estrangeiras", acrescentou. Duas das áreas experimentais são da província montanhosa deYunnan, na região sudoeste da China, e a terceira fica situadana província de Heilongjiang, no nordeste do país, segundo WangMin. A China está revendo as concessões de mineração parasolucionar problemas de reivindicações sobrepostas e paraforçar as pequenas mineradoras --cuja maioria extrai apenas osminérios das camadas superficias das jazidas-- a conceder seusdireitos de exploração a empresas mais capitalizadas. A medida tem como objetivo controlar o gerenciamentoretrógrado do setor de mineração da China, onde, segundo Wang,"grupos mafiosos" utilizam facas e armas para defender suasreivindicações. (Reportagem adicional de Shen Yan e Emma Graham-Harrison)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.