ENTREVISTA-Emirados Árabes veem preços de petróleo se estabilizando logo

Os Emirados Árabes, importante produtor de petróleo no Golfo, se colocou nesta quarta-feira ao lado da líder da Opep, a Arábia Saudita, ao dizer que o grupo não deve entrar em pânico uma vez que os preços do petróleo devem se estabilizar logo, ao mesmo tempo em que devem aumentar a pressão sobre produtores de fora da Opep para ajudar a equilibrar a oferta global.

REUTERS

26 de novembro de 2014 | 10h24

"Não vamos entrar em pânico, essa não é a primeira vez, isso não é uma crise que exige que entremos em pânico ... já vimos (preços) muito mais baixos", disse à Reuters o ministro de Petróleo dos Emirados Árabes, Suhail bin Mohammed al-Mazroui.

"O mercado irá se corrigir por conta própria, eventualmente", disse ele em uma entrevista, acrescentando que o recuo das cotações não deve durar muito.

(Por Rania El Gamal)

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOEMIRADOSARABESPRECOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.