carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Envelhecimento da população cria risco para previdência

Os resultados da tábua de mortalidade divulgados hoje pelo IBGE, que mostram aumento da expectativa de vida dos brasileiros, são um sinal de alerta para o planejamento previdenciário do País, segundo observou o gerente de análises demográficas, Juarez de Castro Oliveira. Para ele, a transição demográfica no Brasil, em direção a um maior envelhecimento da população, está ocorrendo de forma muito acelerada, o que intensifica o sinal de alerta. O demógrafo exemplificou que, na Europa, essa transição demográfica levou cem anos para ocorrer e no Brasil está se fazendo em 40 anos. "Há evidentes impactos sobre as políticas previdenciárias, porque o número de pessoas idosas vai aumentar em números absolutos e relativos", disse. Ele lembrou que é preciso planejar os benefícios para os inativos e gerar postos de trabalho para que a população ativa possa contribuir para a aposentadoria ou assistência social dos que deixarão de trabalhar por causa da idade avançada. Segundo divulgou hoje o IBGE, a esperança de vida ao nascer, no Brasil, elevou-se em 8,8 anos entre 1980 e 2003 e a expectativa de vida do brasileiro chegou a 71,3 anos.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2004 | 12h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.