EPE: 2º leilão de energia nova A-5 tem 929 inscritos

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou, nesta quinta-feira, 24, o número de inscritos para o segundo leilão de energia nova que contratará a demanda do mercado cativo em 2018 (A-5). Segundo a EPE, foram 929 projetos cadastrados, um recorde na história dos leilões de energia nova. Os empreendimentos totalizam uma capacidade instalada de 35,067 mil MW. A licitação será disputada por hidrelétricas, térmicas a carvão, gás natural, biogás e biomassa, PCHs, usinas eólicas e usinas solares.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

24 de outubro de 2013 | 17h05

A energia eólica é a fonte com maior número de projetos inscritos, 670, o que representa uma capacidade instalada de 16,42 mil MW. A segunda fonte com a maior quantidade de usinas cadastradas foi a solar, com 162 projetos, somando 3,891 mil MW. Chama atenção também o cadastramento de 16 termelétricas a gás, totalizando 7,566 mil MW, a segunda maior fonte em termos de capacidade instalada. O governo também quer ofertar 11 hidrelétricas de médio e grande porte, que somam 2,018 mil MW de potência.

Dentre os Estados, a Bahia lidera o número de projetos, com 334 empreendimentos, boa parte da fonte eólica. Em segundo lugar vem o Rio Grande do Sul, com 174 empreendimentos, novamente com grande parte de usinas eólicas. O Rio Grande do Norte vem em seguida com 135 projetos.

Tudo o que sabemos sobre:
energialeilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.