EPE: consumo de energia elétrica cresce 2,8% em maio

O consumo de energia elétrica no Brasil aumentou 2,8% em maio de 2011 na comparação com igual mês de 2010, de 34,27 mil GWh para 35,22 mil GWh, de acordo com os dados divulgados hoje pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A autarquia informou um incremento de 3,8% no consumo, para 178 mil GWh, de janeiro a maio de 2011 em relação à igual período de 2010. Nos últimos doze meses, o crescimento verificado foi de 5,6%, para 421,82 mil GWh. As informações constam na Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica de junho.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

28 de junho de 2011 | 17h05

Segundo a EPE, o consumo industrial apresentou comportamento estável entre maio de 2011 e igual mês de 2010, com ligeiro crescimento de 1%, para 15,16 mil GWh. Isso se explica, principalmente, pela retração de 4% na demanda por energia do segmento industrial no Nordeste. "Em Alagoas, o consumo decresceu 41% na comparação com o ano passado, reflexo, principalmente, da parada temporária da unidade da Braskem após o acidente ocorrido em suas instalações", afirmou a autarquia, em referência aos incidentes na fábrica de cloro soda de Maceió (AL) em maio.

No residencial, a expansão do consumo de energia foi de 5% no período, para 9,14 mil GWh. O bom resultado é consequência do aumento de 5,7% na demanda dos clientes residenciais no Sudeste, em razão de temperaturas mais elevadas que a média histórica, e da alta de 5,6% no consumo no Sul, em razão da mudança do sistema de gestão dos consumidores no Estado do Paraná - esse fator alongou o período de faturamento para adaptação do novo sistema.

No comercial, a EPE reportou um crescimento de 6% no consumo de energia, também puxado pelo Sudeste (+6,1%), pelo Sul (+10%) e pelo Centro-Oeste (+11%) - no Sul, novamente teve impacto positivo a mudança do sistema de gestão dos consumidores no Estado do Paraná.

A EPE informou que o consumo de energia no mercado livre, no qual os grandes consumidores podem escolher de quem comprar eletricidade, aumentou 6,4% entre maio de 2011 e igual mês de 2010, para 9,3 mil GWh. Nos últimos doze meses, o crescimento foi de 25,8%, para 109,5 mil GWh.

Tudo o que sabemos sobre:
energia elétricaconsumoEPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.