EPE: consumo de energia no País subiu 4,6% em janeiro

O consumo de energia elétrica no primeiro mês do ano atingiu 31.969 terawatts-hora (TWh), com crescimento de 4,6% sobre o mesmo mês do ano anterior. No acumulado de 12 meses findos em janeiro, a taxa de crescimento foi de 5,4%, a mesma registrada no fechamento de 2007. Cada TWh equivale a mil gigawatts-hora (Gwh).A estatística foi divulgada hoje pelo boletim mensal da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), feito a partir de pesquisa realizada junto aos agentes de consumo dosistema elétrico nacional. De acordo com a EPE, os resultados do mercado neste primeiro mês do ano continuam "refletindo a conjuntura econômica favorável que estimulou o consumo de energia elétrica ao longo de 2007 e que, segundo especialistas, deverá ser mantida em 2008". Para 2008, a expectativa é que a expansão do PIB situe-se entre 4,5% e 5,4%, com aumento da produção industrial entre 5% e 6%. O consumo industrial no mês de janeiro apresentou dinâmica de crescimento menor. A taxa de 3,1% sobre janeiro do ano anterior é a menor desde fevereiro de 2007. Na região Sudeste, que concentra quase 60% da demanda industrial nacional por energia, o crescimento foi de apenas 2,3%. Segundo a EPE, uma das razões que explicam esta taxa é o alto preço em janeiro da energia elétrica no mercado de curto prazo (PLD) que inviabilizou a produção de algumas indústrias eletrointensivas que paralisaram ou diminuíram as suas produções, consumindo, assim, menos energia.Os segmentos residenciais e comerciais mantiveram crescimento acima da média nacional, de 5,4 e 5,8%, respectivamente. Essas taxas só não foram mais altas pela influência de temperaturas mais baixas no início deste verão na região Sul e em parte importante da região Sudeste.Ainda segundo a EPE, outro fator relevante identificado no boletim de janeiro foi o aumento da energia auto-produzida fora da rede. No Sudeste, e principalmente no Centro-Oeste, consumidores industriais de grande porte do ramo de metalurgia tiveram parte importante de seu consumo assim atendida, o que não ocorria em janeiro de 2007. Em janeiro deste ano foram atendidos 52,2 milhões de consumidores residenciais, número 3,5% superior ao verificado no mês de 2007. Em termos absolutos, foram incorporados, em 12 meses, 1,75 milhões de novos consumidores ao sistema de distribuição, perfazendo um ritmo médio de 146 mil novas ligações por mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.