EPE: consumo de energia subirá 5,5% ao ano até 2017

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) projeta um crescimento do consumo de energia de 5,5% ao ano, em média, entre 2008 e 2017. O porcentual foi divulgado hoje, dentro da Projeção de Demanda de Energia Elétrica para o Plano Decenal de Expansão de Energia 2008-2017. Esta é a primeira vez que a EPE faz um estudo analisando especificamente o crescimento da demanda. Segundo os dados apurados pela EPE, o volume total de energia consumida no Brasil passará dos 402,6 terawatt-hora (Twh) de 2007, para 706,4 Twh em 2017.O estudo da EPE toma como base a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do País, em 5% ao ano. A previsão da EPE supera em quatro pontos porcentuais o ritmo de crescimento projetado dentro do cenário mais otimista traçado pelo Plano Decenal do ano passado, que previa um aumento de 5,1%. No plano decenal, segundo o presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, são traçados três cenários para o crescimento do PIB, variando entre mais pessimista e mais otimista, para definir o ritmo da demanda ao longo dos dez anos seguintes.Ainda de acordo com o estudo divulgado hoje pela EPE, dentro do consumo projetado para os próximos anos, a demanda prevista para a rede de abastecimento deve crescer 4,8% ao ano, de 377,2 Twh para 604,2 TwH em 2017. Já o consumo em auto-produção deve aumentar 11,2% no mesmo período, passando de 35,4 Twh para 102,3 Twh.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.