Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

EPE: gás boliviano é 'imprescindível' ao Brasil

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, não vê com bons olhos a possibilidade de a Bolívia não entregar os 30 milhões de metros cúbicos diários de gás previstos em contrato com a Petrobras. Em entrevista hoje, no Rio, Tolmasquim observou que não faz parte do grupo que está negociando o contrato, mas ele considera "imprescindível" o gás natural boliviano para o sistema elétrico brasileiro."Esse gás é muito importante para o suprimento das térmicas. Nós precisamos do combustível para a geração de energia", comentou Tolmasquim, quando indagado sobre a questão em entrevista coletiva à imprensa para anunciar o leilão das linhas de transmissão para interligar a usina de Tucuruí (PA) a Manaus, no Amazonas.O vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera, confirmou ontem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que a Bolívia não garantirá, entre junho e agosto deste ano, o volume contratado.

ALAOR BARBOSA, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2008 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.