EPE: potencial eólico no País equivale a 30 'Itaipus'

O Brasil tem potencial para gerar até 300 mil megawatts (MW) de energia elétrica a partir de parques eólicos, estima o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim. O potencial mapeado no País seria equivalente a 143 mil MW, segundo ele. "Para efeito de comparação, a usina hidrelétrica de Itaipu tem capacidade de 14 mil MW. Ou seja, o potencial eólico seria equivalente a 10 Itaipus. Mas com os geradores mais modernos que temos hoje, estimamos que a capacidade poderia chegar a 300 mil MW, ou 30 usinas de Itaipu", disse Tolmasquim.

DANIELA AMORIM E ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

29 de abril de 2011 | 11h32

Ele defendeu hoje a construção de usinas hidrelétricas, mesmo em regiões com ecossistema sensível, como a Amazônia. Segundo Tolmasquim, é possível criar contrapartidas ambientais, que permitiriam recuperar áreas degradadas e ainda obter a geração elétrica para o desenvolvimento do País. Tolmasquim lembrou que 60% do potencial hidrelétrico brasileiro estão na região amazônica. "Há um preconceito contra as hidrelétricas. É possível conciliar a construção de usinas com a preservação do meio ambiente. Algumas vezes, há como exigir na construção a recuperação de áreas degradadas", disse.

O presidente da EPE contou ainda que o Brasil tem o terceiro maior potencial mundial para construção de hidrelétricas, ficando atrás só da China e da Rússia. Mas o País utilizaria atualmente apenas um terço desse potencial. "A energia hidrelétrica é uma energia limpa e altamente competitiva", defendeu.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaeólicapotencialEPEItaipu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.