EPL poderá realizar projetos executivos, diz Figueiredo

O presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, afirmou nesta terça-feira que a nova estatal poderá realizar projetos executivos, caso julgue conveniente para a administração pública. Figueiredo participa nesta terça-feira de audiência na Comissão Mista do Congresso que examina a Medida Provisória 576, que trata da criação da EPL.

RICARDO BRITO, Agencia Estado

30 Outubro 2012 | 14h21

Segundo ele, o Executivo levará em conta se o investimento é "grande" e o risco "elevado" para lançar mão de fazer projetos executivos em futuros empreendimentos. Figueiredo confirmou ao relator da comissão mista da MP, deputado Henrique Fontana (PT-RS), que a Medida Provisória já contém essa possibilidade de elaboração de projetos, mas disse que isso poderia ficar mais explícito agora, na votação do texto final.

Mais conteúdo sobre:
infraestrutura EPL audiência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.