Equador planeja voltar para Opep este mês, diz ministro

O governo do Equador planeja voltar à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) este mês, disse o ministro do Petróleo, Galo Chiriboga. "Estamos terminando os aspectos administrativos, financeiros e técnicos e planejamos retornar à Opep este mês", afirmou. O Equador deixou a Opep em 1992 após quase duas décadas de filiação. O país tinha uma dívida pendente de quase 4 milhões de euros com a organização. O ministro não informou se a dívida foi paga.Autoridades do Equador afirmaram que membros da Opep podem dar um importante apoio político ao Equador, além de suporte técnico, acesso a crédito e possibilidade de projetos conjuntos. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.