Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Equador pode suspender exportações de petróleo

O ministro de Petróleo e Mineração do Equador, Galo Chiriboga, disse hoje que o governo declarou força maior nas exportações de petróleo. "Eu revisei cuidadosamente a situação e aprovei a força maior como uma medida preventiva", disse Chiriboga à Dow Jones. A força maior é uma cláusula contratual que protege uma das partes de responsabilidade de fornecimento caso não possa cumprir com as obrigações devido a fatores que vão além do seu controle.Na noite de ontem, a estatal Petroecuador declarou que o principal oleoduto do país, o SOTE, estava em situação de emergência e suspendeu as operações para evitar mais problemas de infra-estrutura por conta da ruptura causada por um deslizamento de terra. Simultaneamente, a Petroecuador disse a compradores de petróleo que declarou força maior para suas exportações e que enviaria a eles uma carta oficial. Chiriboga afirmou hoje, mais cedo, que originalmente não concordava com a decisão, mas após revisar todas as informações, ordenou que a Petroecuador enviasse uma carta oficial sobre a força maior para cada empresa. As informações são da Dow Jones.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

29 de fevereiro de 2008 | 12h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.