Esfriamento da economia fez Fed manter juros estáveis nos EUA

Os sinais de um arrefecimento econômico e a queda dos preços do petróleo convenceram os membros do Federal Reserve (Fed, banco central americano) a manter a taxa básica de juros dos Estados Unidos estável em 5,25% em sua última reunião, segundo a ata do encontro, divulgada nesta quarta-feira.O documento indica que os últimos dados com que contavam os membros do Comitê do Mercado Aberto do Fed em sua reunião de 20 de setembro apontavam para uma desaceleração da economia americana. "Os membros disseram que esperavam que a atividade econômica se expandisse em um ritmo menor do que o de produção potencial no curto prazo, e se fortalecesse em certa medida com o tempo", diz a ata.No entanto, o documento também alerta que "dada a incerteza das previsões, não se pode descartar totalmente um desempenho significativamente pior do que o antecipado".Os sinais de arrefecimento facilitaram a decisão do Comitê de manter os juros básicos, como fizera em sua reunião anterior, em agosto, quando pôs fim a 17 altas consecutivas de 0,25 ponto percentual.A "apreciável" queda dos preços da energia e uma "leve" redução do núcleo da inflação - índice de inflação desconsiderando a energia e os alimentos, cujos preços são muito voláteis - "apontaram para uma perspectiva de inflação um pouco melhor", o que tornou a decisão um pouco mais fácil do que a de agosto, diz o documento.Ainda assim, os membros do Comitê se disseram "bastante preocupados" com a inflação."Alguns participantes (da reunião) preocupavam-se com (a possibilidade) de que as expectativas inflacionárias pudessem aumentar, e de que a disposição do Federal Reserve de cumprir sua intenção de manter a estabilidade de preços pudesse ser colocada em xeque se as pressões de custos e preços se acumulassem", afirma a ata.Estas declarações afastam as esperanças de que o Fed corte as taxas básicas de juros em um futuro próximo, o que fez a Bolsa de Nova York cair e o dólar subir nesta quarta na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.