ESG, três letras que vieram para ficar
Conteúdo Estadão Blue Studio

ESG, três letras que vieram para ficar

Baixe agora mesmo o e-book ‘10 Insights do ESG’ gratuitamente, resultado do Estadão Summit ESG 2021

Estadão Blue Studio, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2021 | 09h00

Já ouviu falar de ESG? Baixe aqui o e-book exclusivo ‘10 Insights do ESG’, que traz informações sobre esse conceito cada vez mais difundido no mercado brasileiro. A sigla é composta pelas iniciais, em inglês, de Ambiental, Social e Governança, os três pilares que devem guiar a política de sustentabilidade das empresas.

Estabelecer metas como a chamada Net Zero (eliminar as emissões de gases causadores de efeito estufa) e acompanhar uma série de indicadores em cada um dos três pilares são ações que indicam um alto nível de maturidade da organização. Para os investidores, é uma demonstração de que a empresa está se preparando adequadamente para os desafios do futuro. Os consumidores também têm valorizado marcas que respeitam o meio ambiente, atuam com ética e se preocupam com a sociedade como um todo.

O e-book traz uma síntese das ideias discutidas durante o Estadão Summit ESG, realizado entre 15 e 18 de junho, com a participação de representantes de grandes empresas, consultorias, universidades e outras instituições. Um dos consensos é o peso crucial que a década que está começando terá para demonstrar se a humanidade será capaz de enfrentar adequadamente os desafios ambientais, especialmente o aquecimento global. As empresas têm um importante papel a cumprir nesse desafio.

Os especialistas que participaram do Summit chamaram a atenção para a importância de conhecer os critérios internacionais, respaldados cientificamente, que definem práticas sustentáveis. Muitas empresas brasileiras ainda cometem o chamado greenwashing, que é a adesão superficial ou inadequada aos princípios de sustentabilidade. Tanto o mercado financeiro quanto o público estão mais atentos a esse tipo de postura e cobrando ações efetivas das organizações, que devem ser transparentes e precisas ao divulgar suas informações, especialmente nos relatórios anuais de sustentabilidade.

No campo social, os objetivos incluem reduzir a extrema desigualdade social brasileira e não apenas ampliar a diversidade, mas também dar o passo seguinte: a inclusão real e efetiva. As universidades têm uma missão a cumprir nesse sentido, ao viabilizar o acesso mais amplo ao ensino superior de qualidade. Outra discussão realizada durante o Summit, dentro do pilar Governança, foi a necessidade de reforçar e valorizar a ética corporativa, tema que também vem ganhando grande relevância nos últimos anos.

Baixe seu e-book

Conteúdo produzido pelo estadão blue studio, a área de conteúdo customizado do estadão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.