Espanha aprova pacote de estímulo econômico de 10 bi de euros

O governo espanhol aprovou nestasexta-feira um plano para injetar 10 bilhões de euros naeconomia em 2008 com o objetivo de se contrapor à desaceleraçãoabrupta do mercado imobiliário e à crise global de crédito. O pacote de estímulo inclui 6 bilhões de euros em cortes deimpostos e 4 bilhões de euros em crédito estatal para fornecerliquidez a empresas e chefes de família. Economistas esperam que o crescimento econômico da Espanhacaia para algo entre 1,8 e 2,7 por cento em 2008 e para aindamenos em 2009 à medida que a construção de moradias e a tomadade empréstimos pelo setor privado desacelere. Em encontro com jornalistas, o secretário de Economia DavidVergara disse que "são razoáveis" estimativas de analistas deque o pacote de estímulo possa impulsionar o crescimento em 0,2ou 0,3 ponto percentual em 2008 e em 0,5 ponto percentual aolongo de toda sua duração. O Banco da Espanha e grupos empresariais têm expressadopreocupação com a eficácia do plano e com a possibilidade deque ele, se não for acompanhado por cortes nos gastos públicos,fortaleça a inflação. (Reportagem de Andrew Hay)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.