Espanha confirma recessão e anuncia 7º tri seguido de retração da economia

PIB do país caiu 0,1% no quarto trimestre sobre o terceiro; resultado já havia sido previsto pelo banco central

Marcílio Souza, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2010 | 09h25

O PIB da Espanha contraiu-se 0,1% no quarto trimestre de 2009 em comparação com o terceiro, completando o 7º trimestre seguido de retração da economia. O dado mostra que o país continuou em recessão. Em relação ao quarto trimestre de 2008, o PIB ainda caiu 3,1%, de acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Na sexta-feira, 5, o Banco da Espanha já havia previsto a retração do PIB, fato agora confirmado.

 

No terceiro trimestre, o PIB espanhol havia encolhido 0,3% na comparação com o segundo e 4,0% ante o terceiro trimestre de 2008. O INE estima que o PIB espanhol tenha caído 3,6% em 2009 como um todo.

 

Os dados mostram ainda que a Espanha continua atrás da zona do euro na recuperação; a área de moeda comum voltou a crescer já no terceiro trimestre de 2009, período em que os espanhóis foram os únicos da região a apresentar queda em seu PIB. Muitos países da zona do euro ainda não divulgaram seus dados referentes ao quarto trimestre.

 

A ministra de Finanças da Espanha, Elena Salgado, previu em entrevista a uma estação de rádio nesta quinta-feira que o país voltará a atingir expansão trimestral ainda este ano. "A economia inteira está numa situação fraca, mas eu acredito que podemos descartar completamente o risco de uma queda maior", disse Salgado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanha, PIB, queda, recessão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.