Espanha cria linha para comprar ações de bancos

O governo espanhol aprovou a criação de linhas para garantir até 100 bilhões de euros (US$ 135 bilhões) em emissão de bônus bancários em 2008 e para comprar ações de bancos, disse a jornalistas em Madri o primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero.Depois de os líderes dos 15 países da zona do euro terem divulgado ontem uma série de medidas para ajudar o sistema bancário, hoje cada país do bloco está detalhando como vai implementar essas ações.Zapatero descreveu a linha para comprar ações e injetar capital nos bancos como uma medida "preventiva" que o governo não tem intenção de usar neste momento.Autoridades espanholas têm insistido que os bancos do país têm balanços saudáveis, uma vez que não investiram no conturbado mercado de títulos de hipoteca dos Estados Unidos. Em casa, essas instituições seguiram prudentes práticas de crédito. Zapatero disse que a Espanha vai oferecer garantias à emissão de bônus e notas promissórias com vencimentos dentro de até cinco anos. Na sexta-feira, o governo espanhol aprovou a criação de um fundo de 30 bilhões de euros (US$ 40,56 bilhões) para ajudar a financiar os bancos locais comprando ativos financeiros que essas instituições têm dificuldade de vender no mercado de capitais internacional. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.