Espanha entra na disputa por trem-bala no Brasil

O ministro de Fomento da Espanha, José Blanco López, reforçou ontem o interesse do governo espanhol em participar da licitação do trem de alta velocidade (TVA) que ligará as cidades de São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. "A Espanha tem experiência necessária para construir e desenvolver o trem de alta velocidade no Brasil", disse López, após encontro com o ministro brasileiro de Transportes, Paulo Sérgio Passos.

AE, Agencia Estado

25 de maio de 2010 | 09h50

López disse que os espanhóis pretendem formar um "grande consórcio" para disputar a licitação do trem de alta velocidade e pretendem convidar construtoras brasileiras para participar do grupo. "Formaremos um grande consórcio e vamos tentar fazer a melhor oferta", disse o ministro. O processo de licitação do trem-bala está atrasado. O governo aguarda a análise final do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o projeto, orçado em R$ 36,4 bilhões. Sem o aval do tribunal de contas, o governo não pode publicar o edital de licitação. No início do ano, o Ministério dos Transportes trabalhava com a ideia de fazer a licitação na primeira semana de maio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
transportestrem-balaEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.