Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Espanha planeja novo corte de € 10 bi em governos regionais e locais

Gastos menores em saúde e educação deverão permitir que o país cumpra meta de redução do déficit do orçamento para 5,3% do PIB

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

30 de abril de 2012 | 09h19

MADRI - O governo central da Espanha buscará outros € 10 bilhões em cortes nos gastos de governos regionais e locais, levando o total dos cortes para € 20 bilhões, afirmou uma alta fonte do governo.

As medidas, que incluem gastos menores nos serviços públicos, como saúde e educação, deverão permitir que o país cumpra a meta de redução do déficit total do orçamento para 5,3% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, de 8,5% do PIB no ano passado, afirmou a fonte.

Nesta segunda, o governo da Espanha enviou relatórios anuais sobre seu orçamento e programa de reformas econômicas para a União Europeia, segundo o Ministro das Finanças espanhol, Luis de Guindos.

"Esses dois documentos são a espinha dorsal...da política econômica do governo espanhol", afirmou Guindos durante coletiva de imprensa.

Hoje expira o prazo para os países-membros da UE submeterem relatórios sobre programas de estabilidade e reformas.

Uma das maiores economias da região a sofrer com a crise, a Espanha está sob intensa pressão da UE e dos mercados financeiros internacionais para detalhar seus planos para eliminar o déficit fiscal e reduzir o desemprego, atualmente em quase 25%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaMedidas de austeridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.