Espanha pode voltar a crescer em 2014, diz Lagarde

A economia da Espanha deve voltar ao crescimento no próximo ano, depois de uma recessão que começou no final de 2011, a menos que o país seja obrigado a implementar novas medidas de austeridade que poderiam atrasar a recuperação para 2015, disse a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, em entrevista publicada hoje pelo jornal Expansión.

AE, Agencia Estado

18 de abril de 2013 | 04h37

"A questão-chave é a velocidade com que devem ser implementadas estas [medidas de austeridade]", disse Lagarde. "Nossa visão é que, para um país como a Espanha, não há nenhuma razão objetiva para se apressar em uma drástica redução do déficit."

O governo da Espanha também deve considerar se ele já tem, efetivamente, feito o suficiente em termos de reforma econômica, afirmou Lagarde, acrescentando que pode ser necessário um novo impulso no processo de reforma.

Lagarde declarou também que o governo deve manter aberta a opção de solicitar compras de títulos governamentais pelo Banco Central Europeu, caso seja necessário no futuro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ESPANHAFMICRESCIMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.