Espanha precisa de mais € 300 bi para recapitalizar bancos, diz Egan-Jones

Agência de classificação de risco já cortou o rating soberano espanhol quatro vezes desde o início do mês passado em meio à deterioração da crise da dívida do país

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

18 de junho de 2012 | 16h50

A proposta de € 100 bilhões para a recapitalização do setor bancário da Espanha é insuficiente e representa cerca de 25% da quantia realmente necessária, declarou o presidente da agência de classificação de risco de crédito Egan-Jones, Sean Egan. Em entrevista concedida à agência Dow Jones, Sean Egan disse que o mercado provavelmente ficaria satisfeito se os bancos espanhóis recebessem € 300 bilhões a mais, "mas talvez nem essa quantia seja suficiente".

A Egan-Jones já cortou o rating soberano espanhol quatro vezes desde o início do mês passado em meio à deterioração da crise da dívida do país, que enfrenta a elevação acentuada dos yields sobre seus bônus, à descapitalização dos bancos e à piora da situação econômica.

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhacriseeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.