Espanha socorre montadoras com 4 bilhões

O governo da Espanha aprovou ontem um pacote de 4 bilhões (US$ 5,2 bilhões) para ajudar o setor automobilístico do país. A vice-primeira-ministra do país, María Teresa Fernandez de la Vega, disse que o plano inclui medidas para ampliar a demanda e atividades de pesquisa e desenvolvimento, além de servir como suporte financeiro para o setor. O pacote também reserva 800 milhões para ajudar o setor automobilístico a focar a produção em veículos mais competitivos e eficientes no uso de energia. Boa parte desse plano de ajuda foi inicialmente anunciada no ano passado, dentro de um pacote de estímulo maior. O governo espanhol agiu agressivamente para reaquecer sua economia em dificuldade, com o anúncio de um estímulo fiscal de 21 bilhões, ou 2% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2008 e de 31,28 bilhões, 3% do PIB, em 2009. A associação que reúne as fabricantes de carros na Espanha, a Anfac, disse que as vendas de automóveis este ano deverão recuar 22%, após caírem 28% em 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.