Espanha vai reduzir importação de biodiesel da Argentina após YPF

Decisão, anunciada após uma reunião ministerial, é uma resposta à expropriação da subsidiária argentina da petroleira Repsol YPF, promovida esta semana pela presidente Cristina Kirchner

Álvaro Campos, da Agência Estado,

20 de abril de 2012 | 13h08

O governo da Espanha informou que planeja aprovar uma medida dando prioridade a importações de biodiesel de outros países europeus, em detrimento das importações da Argentina. A decisão, anunciada após uma reunião do gabinete ministerial, é uma resposta à expropriação da subsidiária argentina da petroleira Repsol YPF, promovida esta semana pela administração de Cristina Kirchner.

O Parlamento Europeu também aprovou uma medida hoje buscando suspender parcialmente o tratamento preferencial que era dado às importações da Argentina.

A vice-primeira-ministra espanhola, Soraya Sáenz de Santamaría, disse que o governo vai continuar a estudar outras represálias contra a Argentina. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
YPFpetróleoEspanhabiodiesel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.