Espanhóis ampliam participação na elétrica do Rio

A Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro (Cerj), distribuidora de energia que atende à maior parte do mercado fluminense, anunciou hoje o aumento de capital em US$ 112 milhões, realizado pelo controlador, o grupo espanhol Endesa. O aumento de capital foi realizado por meio da emissão de 770,833 bilhões de ações ordinárias da Cerj. Os papéis foram subscritos pela Enersis e pela Luz de Rio, ambas do grupo Endesa.De acordo com nota da assessoria da distribuidora, "a operação tem por objetivo fortalecer a estrutura financeira da Cerj para fazer frente aos investimentos necessários à melhoria da qualidade dos serviços prestados aos seus clientes".Com a operação, o capital social da Cerj foi ampliado para R$ 915,4 milhões. A participação do grupo Endesa (que inclui a própria Endesa, a Enersis, a Chilectra e outras companhias) no capital subiu de 84% para 88,3%, enquanto a fatia da EDP caiu de 15,4% para 11,3% e a de minoritários, de 0,6% para 0,4%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.