Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Especialistas sugerem cautela com reservas de petróleo

Segundo Wall Street Journal, as estimativas iniciais do tamanho de um campo não são confiáveis

João Caminoto, da Agência Estado,

09 de novembro de 2007 | 13h04

O Wall Street Journal (WSJ) afirmou nesta sexta-feira, 9, que a descoberta de uma ampla reserva de petróleo pela Petrobras no campo de Tupi ocorre num momento em que há preocupação com a oferta da commodity no mundo. "Mas numa lembrança do papel dos governos na oferta mundial de petróleo, as autoridades brasileiras também suspenderam licenças de acesso a áreas similares e vizinhas que seriam leiloadas em breve", disse o jornal financeiro norte-americano.   O WSJ observou que poços adicionais precisam ser perfurados, o fluxo de petróleo estudado, e o poço avaliado como economicamente viável antes que as reservas possam ser contabilizadas pelas regras da comissão de valores mobiliários (SEC - Securities and Exchange Commission) dos Estados Unidos. "Especialistas alertaram que é preciso cautela, que as estimativas iniciais do tamanho de um campo não são confiáveis", disse o jornal.   "A descoberta, embora represente uma boa notícia em tempos nos quais grandes novidades nas reservas são raras, não deve afetar os preços do petróleo, principalmente porque o campo vai levar anos para ser desenvolvido", disse. "Mesmo que a reserva de Tupi contenha a elevada estimativa de oito bilhões de barris, o mundo consome cerca de 86 milhões de barris por dia, e por isso conteria cerca de três meses de oferta mundial."   Mas o analista Roger Diwan, sócio-diretor da consultoria PFC Energy, disse que ao WSJ que a descoberta indica que pode haver mais petróleo em águas ultraprofundas no mundo. "Não vai ser apenas uma descoberta isolada", afirmou Diwan. "Pode existir mais petróleo nesses lugares do que as pessoas pensavam." Ele previu que um campo da envergadura do Tupi poderia chegar a uma produção diária de 500 mil barris de petróleo.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoCampo de Tupi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.