carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Especuladores derrubam preços dos grãos em Chicago

Cenário: Filipe Domingues

O Estado de S.Paulo

21 de março de 2012 | 03h08

Vendas de fundos de investimento e especuladores pressionaram ontem as cotações dos grãos negociados na Bolsa de Chicago. O mercado de milho liderou as perdas e o contrato do cereal para maio fechou em baixa de 2,41%, cotado a US$ 6,4750 por bushel. Segundo analistas, a falta de novidades sobre as exportações estimulou os especuladores a embolsarem lucros obtidos recentemente. Além disso, espera-se um aumento da área plantada com milho nos Estados Unidos neste ano, o que tende a pesar nos preços. A soja e o trigo também registraram desvalorização por conta do sentimento de aversão ao risco entre os investidores. Os lotes de soja para entrega em maio cederam 1,57%, para US$ 13,45 por bushel. O mesmo vencimento do trigo caiu 1,49%, para US$ 6,4250 por bushel.

Decisões com base em critérios técnicos prevaleceram ontem na Bolsa de Nova York. No caso do açúcar, quando os preços superaram a marca dos 26 centavos de dólar por libra-peso pela primeira vez em quase três semanas, investidores encontraram uma boa oportunidade para vender e os preços caíram 0,19%. A expectativa de uma safra menor no Brasil deu algum suporte e impediu uma queda maior.

O produto agrícola que mais se desvalorizou na terça-feira foi o suco de laranja, que caiu 4,02%, também em Nova York. As vendas de especuladores provocaram essa retração. E o clima é considerado favorável na Flórida, principal área produtora de laranja dos Estados Unidos, o que tende a manter os preços em níveis mais baixos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.