Marcio Fernandes/Estadão
Marcio Fernandes/Estadão

ESG

Coluna Fernanda Camargo: É necessário abrir mão do retorno para fazer investimentos de impacto?

Doria quer anunciar definição sobre fábrica da Ford no ABC em 15 dias

Caoa está em negociação para assumir instalações da montadora ; governador anunciou a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria nesta quinta-feira

Thaís Barcellos, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2019 | 14h18

O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta quinta-feira, 23, que espera confirmar em 15 dias o não fechamento da fábrica da Ford no ABC. "Esperamos anunciar em 15 dias uma definição", afirmou, durante evento em que anunciou a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria.

A Ford informou em fevereiro que fecharia ao longo de 2019 as atividades da fábrica de São Bernardo do Campo. O governo do Estado passou a ajudar na busca por possíveis interessados em comprar a instalação para mantê-la em atividade e preservar os empregos. Por enquanto, a Caoa é a empresa que mantém negociação mais avançada com a montadora. 

Polos industriais

Segundo Doria, os 11 polos de desenvolvimento econômico para a indústria fazem parte de um conjunto de medidas para apoiar empresas que já estão em São Paulo. "Em financiamento, teremos linha da Desenvolve-SP e facilitaremos demandas junto ao BNDES", afirmou. 

O governador disse que é "totalmente favorável" a medidas federais de simplificação tributária e unificação de impostos no âmbito de uma reforma tributária. "São Paulo não precisa de guerra fiscal para atrair investidores internacionais", afirmou. "Não fazemos, não faremos e não admitimos guerra fiscal."

Ele também afirmou que empresas anunciaram investimentos em São Paulo, mesmo antes da aprovação da reforma da Previdência. "Que virá", garantiu. 

Doria ainda defendeu a privatização do Porto de Santos, cujo processo, segundo ele, deve ser anunciado no segundo semestre pelo governo federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.