Esperança com Grécia dá impulso e bolsas da Ásia sobem

As bolsas de valores asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, com esperanças de que as autoridades europeias encontrem uma solução para evitar a moratória da dívida da Grécia.

REUTERS

21 de junho de 2011 | 08h20

Os mercados visaram um voto de confiança no Parlamento grego, que acontece mais tarde e é mais um passo na direção de aprovar um pacote adicional de cortes de gastos públicos. Em troca, o país poderá receber empréstimos externos.

Enquanto isso, os credores internacionais chegaram a Atenas para avaliar o ímpeto da Grécia em implementar os planos de austeridade, que geraram semanas de protestos da população e confusão política.

No caso de uma moratória de dívida na Grécia, os mercados temem uma crise financeira global nas dimensões da desencadeada pelo colapso do Lehman Brothers, em 2008. Desta vez, porém, os governos altamente endividados e os bancos centrais terão muito menos espaço para oferecer novos estímulos ao crescimento econômico.

A agência de classificação de risco Fitch disse que consideraria como "default" quaisquer swaps de dívida soberana grega e rolagens de vencimentos, mesmo que voluntários.

Em Tóquio, o índice Nikkei fechou em alta de 1,13 pro cento. O índice da MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 1,42 por cento às 8h20 (horário de Brasília).

O índice de Seul subiu 1,41 por cento. Em Hong Kong, o mercado se valorizou 1,16 por cento e a bolsa de Taiwan avançou 0,78 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai ganhou 0,96 por cento. Cingapura encerrou em alta de 1,32 por cento e Sydney fechou com ganho de 1,27 por cento.

(Por Daniel Magnowski; Reportagem de Ayai Tomisawa e Hideyuki Sano em Tóquio)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.