Estabilidade global está ameaçada, afirma Cameron

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse que a crise da zona do euro ameaça a estabilidade da economia mundial e afirmou que as autoridades da região precisam mostrar disposição política para lidar com o problema.

O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2011 | 03h05

Em discurso no Parlamento do Canadá, ele afirmou que não apoia a inclusão do Reino Unido na zona do euro. O premiê, no entanto, afirmou que seu país tem interesse no sucesso do bloco porque os problemas da região "são tão grandes que ameaçam a estabilidade mundial".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.