Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Estácio registra lucro líquido de R$ 124,3 milhões no 4º trimestre

Valor é 2,3 vezes maior do que o registrado no mesmo período de 2015

Marcelle Gutierrez, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2017 | 09h13

SÃO PAULO - A Estácio reportou lucro líquido de R$ 124,3 milhões no quarto trimestre de 2016, um valor 2,3 vezes acima dos R$ 53,3 milhões registrado no mesmo período de 2015. No total do ano de 2016, o lucro atingiu R$ 368,1 milhões, uma queda de 16,4% ante 2015.

De outubro a dezembro de 2016, o Ebitda (Lucro antes de juros,impostos, depreciação e amortização) somou R$ 217,2 milhões, um crescimento de 109,7% contra igual intervalo do ano anterior. A margem Ebitda passou de 14,1% para 27,3%. No acumulado de 2016, o Ebitda foi de R$ 652,4 milhões, alta de 3,1% ante 2015, com margem Ebitda de 21,6% para 20,5%.

A companhia de educação superior privada, que está se preparando para ser adquirida pela rival maior Kroton, teve alta de 8,2% na receita líquida do período, para R$ 796,9 milhões. O aumento da receita veio apesar de quedas nas bases de alunos geradores de receita de ensino a distância (EAD) no quarto trimestre, que recuaram 2,2% na graduação e 17,5% na pós-graduação. Apesar disso, o valor médio das mensalidades saltou 23,2% e 21,7%, respectivamente.

No ensino presencial, a base de alunos geradora de receita subiu 0,8% no quarto trimestre, segurada pela graduação, que teve avanço de 3,4%, enquanto na pós-graduação houve queda de 27,3%. O chamado tíquete médio de ensino presencial subiu 9,3%, amparado em altas de 7% na graduação e 24,3% na pós-graduação. 

O resultado financeiro ficou negativo em R$ 25,1 milhões no quarto trimestre de 2016 e também negativo em R$ 86,3 milhões no total de 2016. Segundo o informe de resultados, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o resultado financeiro foi impactado negativamente pelo aumento de cerca de R$ 27,0 milhões na linha de descontos financeiros, devido às campanhas mais agressivas realizadas no segundo semestre para recuperar créditos, principalmente dos alunos que deixaram de estudar porque perderam FIES. A Estácio encerrou dezembro com 508 mil alunos, crescimento de 2% sobre o fim de 2015. (COM REUTERS)


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.