Foto: Werther Santana/Estadão - 19/11/ 2019
Foto: Werther Santana/Estadão - 19/11/ 2019

'Estadão' discute como diminuir a desigualdade no mercado de trabalho em live nesta terça, às 17h30

Executivos e especialista vão falar sobre como diminuir as barreiras que negros enfrentam para alcançar posições de destaque em empresas

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2021 | 09h30

A desigualdade no Brasil é um dos maiores responsáveis pela dificuldade de avançar no desenvolvimento do País. Empresários e representantes do terceiro setor querem mudar isso por meio do Pacto de Promoção da Equidade Racial no Brasil. Empresas ligadas aos conceitos do ESG (sigla em inglês para questões ambientais, sociais e de governança) começam a adotar práticas para mudar esse cenário.

Para se aprofundar nessa discussão, o Estadão promoverá uma live com três representantes do pacto. Adriana Barbosa, fundadora da Feira Preta e da Preta Hub, Fabio Alperowitch, gestor do fundo de investimentos Fama, focado em empresas ESG, e Marcelo Bacci, diretor financeiro da Suzano, falarão sobre como transformar essas ideias em realidade e como está a adoção para mudar o atual cenário do País.

Segundo um levantamento realizado pelo Instituto Ethos, os negros ocupam apenas 4,9% das cadeiras nos conselhos de administração das 500 empresas de maior faturamento do Brasil. Entre os quadros executivos, eles são 4,7%. É bom lembrar que os negros representam quase 55% da força de trabalho do Brasil. 

A live começa às 17h30 no site e nas redes sociais do Estadão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.