Estadão
Estadão

‘Estadão’ entrega prêmio Empresas Mais 2019

Assaí Atacadista, na categoria individual, e Vale, na categoria grupos, foram os grandes vencedores da premiação

O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2019 | 11h09

O Estadão entregou nesta terça-feira, 15, o Prêmio Empresas Mais, que reconhece as empresas com melhores resultados financeiros entre os anos de 2015 e 2018. Desenvolvido em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e a Austin Rating, o prêmio analisou os balanços de 2,8 mil companhias para definir as que tiveram os melhores resultados em cada segmento de atuação.

Entre as empresas vencedoras deste ano estão grandes grupos nacionais, como os bancos Itaú Unibanco e Bradesco e as gigantes Vale e Vivo. A compilação dos dados dos balanços gerou as vencedoras em um total de 24 categorias e também uma lista das 100 maiores empresas e dos 100 maiores grupos empresariais da economia brasileira.

Premiados

Vencedor na categoria Bancos, ao lado do Itaú Unibanco, o presidente do Bradesco, Octávio de Lazari, afirmou durante o evento que já vê sinais animadores no crédito imobiliário e acredita que o volume de financiamentos tende a crescer de maneira mais forte a partir de 2020.

Em relação ao prêmio, Lazari afirmou que o primeiro lugar na categoria voltada às instituições financeiras é “a coroação do trabalho da equipe do Bradesco”. “É muito importante sermos reconhecidos por um veículo de comunicação com a história e a importância do Estadão.”

Para Christian Gebara, presidente da Telefônica Vivo, a premiação da Vivo reforça  o movimento estratégico da companhia, que cada vez mais se posiciona como uma empresa de infraestrutura. Para Gebara, a companhia tem feito pesados investimentos no Brasil - neste ano serão R$ 9 bilhões, ante R$ 8,2 bilhões em 2018. “Estamos há 20 anos no Brasil e não pautamos nossos investimentos pela agenda econômica. Temos uma aposta clara para o País.”

“Esse é um reconhecimento para equipe da Assaí pelo trabalho diário”, diz Belmiro Gomes, presidente do atacarejo, vencedor no segmento de varejo. Segundo o executivo, as pessoas erram ao associar atacarejo à crise. “Esse é um modelo de muito sucesso nos Estados Unidos.”

A rede investiu nos últimos dois anos cerca de R$ 3 bilhões em expansão de lojas e vai contratar 5,2 mil pessoas em 2020. “Não vejo uma crise como as pessoas falam. Neste clima de polarização política, as más notícias são divulgadas no megafone e as boas aos sussurros”, diz Gomes.

Um dos principais grupos de infraestrutura do País, João Alberto Abreu, presidente da Rumo, disse que a companhia está comprometida com a agenda do ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. “Temos um plano ambicioso de investimentos para expansão da infraestrutura.” Segundo ele, a premiação do Empresas Mais não só reconhece os resultados financeiros da Rumo, mas também o fato de a companhia ter se transformado na maior ferrovia do País.

Debate econômico 

O presidente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, lembrou que, depois de um período de forte crise, a economia brasileira começa dar sinais de recuperação. Ele lembrou o anúncio de investimentos de R$ 67 bilhões no Estado de São Paulo no primeiro semestre, o segundo melhor resultado da série histórica do indicador. “A política de ajuste fiscal está resgatando a confiança dos investidores no País.”

Executivo da Austin Rating, consultoria que  ajudou na compilação dos dados do prêmio Empresas Mais, Alex Agostini classificou os empresários vencedores como “heróis”, lembrando que as companhias brasileiras acabaram de passar pela pior crise desde a depressão econômica do início dos anos 1930. “O mercado de capitais passará a ser o motor do crescimento econômico do Brasil, como ocorre nas grandes economias globais.”

O evento teve a presença do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Além de falar sobre as reformas tributária e previdenciária, ele fez comentários sobre a crise de confiança na política brasileira. “Temos de priorizar a relação com o coletivo, e não com o particular. Acredito que a reestruturação do Estado e os benefícios que ela vai trazer (mudem esse cenário).”

Veja a lista das empresas premiadas

Vale - Grande vencedor - Grupos

Assaí Atacadista - Grande vencedor - Individual

Açúcar e álcool

  • 1.Adecoagro
  • 2.Biosev
  • 3. SJC Bioenergia

Agricultura e pecuária

  • 1.SLC Agrícola
  • 2.C Vale
  • 3.Integrada Cooperativa

Alimentos e bebidas

  • 1.Coca-cola Femsa Brasil
  • 2.M. Dias Branco
  • 3.Solar BR Participações

Atacado e distribuição

  • 1.Raízen Combustíveis
  • 2.Coamo
  • 3.Ipiranga

Bancos

  • 1.Bradesco
  • 1.Itaú Unibanco
  • 2.Banco do Brasil
  • 3.Caixa Econômica Federal

Bens de consumo

  • 1.Tramontina
  • 2.Natura
  • 3.Nadir Figueiredo

Educação

  • 1.Kroton
  • 2.Uninove
  • 3.Mackenzie

Eletrodomésticos, eletrônicos e informática

  • 1.Electrolux
  • 2.Multilaser
  • 3.Intelbras

Farmacêutica

  • 1.Aché
  • 2.Eurofarma
  • 3.Roche

Indústria da construção civil

  • 1.Berneck
  • 2.Tenda
  • 3.Atlas Schindler

Máquinas e equipamentos

  • 1.Jacto
  • 2.Weg
  • 3.Thyssenkrupp Elevadores

Metalurgia e siderurgia

  • 1.CBMM
  • 2.Arcelormittal
  • 3.CSN

Mineração, cimento e petróleo

  • 1.Vale
  • 2.Shell Brasil
  • 3.Petrogal Brasil

Papel e celulose

  • 1.Eldorado Brasil
  • 2.Cenibra
  • 3.Klabin

Química e petroquímica

  • 1.Braskem
  • 2.BR Petrobrás
  • 3.Basf

Saúde

  • 1.Rede D'Or São Luiz
  • 2.Grupo Fleury
  • 3.Butantan

Seguros, previdência e capitalização

  • 1.Caixa Seguradora
  • 2.Sulamérica
  • 3.IRB Brasil RE

Serviços

  • 1.Localiza Rent a Car
  • 2.Serasa Experian
  • 3.Unidas Rent a Car

Telecomunicações

  • 1.Telefônica Brasil (Vivo)
  • 2.Claro
  • 3.Oi Móvel

Têxtil e vestuário

  • 1.Beira Rio
  • 2.Alpargatas
  • 3.Grendene

Transporte e Logística

  • 1.Rumo Malha Norte
  • 2.TAG
  • 3.MRS Logística

Utilidades e serviços públicos

  • 1.Sabesp
  • 2.Comgás
  • 3.Engie Brasil

Varejo

  • 1.Assai Atacadista (Sendas)
  • 2.Magazine Luiza
  • 3.Raia Drogasil

Veículos e autopeças

  • 1.Renault Automóveis
  • 2.Baterias Moura
  • 3.Iochpe-maxion

Destaque Região Centro-oeste

  • 1.Caixa Seguradora
  • 2.Rumo Malha Norte
  • 3.Adecoagro

Destaque Região Nordeste

  • 1.Braskem
  • 2.Suzano
  • 3.Grendene

Destaque Região Norte

  • 1.Petróleo Sabbá
  • 2.Celpa
  • 3.Videolar Innova

Destaque Região Sul

  • 1.Beira Rio
  • 2.Berneck
  • 3.Renault Automóveis

Governança corporativa - capital aberto

  • 1.BR Petrobrás
  • 2.Grupo Fleury
  • 3.MRV Engenharia

Governança corporativo - capital fechado

  • 1.Owens-Illinois do Brasil
  • 2.Sicredi Participações
  • 3.Coamo

Inovação-capital aberto

  • 1.Raízen Combustíveis
  • 1.Raízen Energia
  • 2.Lojas Americanas
  • 3.Kroton Educaional

Inovação - capital fechado

  • 1.Sompo Seguros
  • 2.Stefanini
  • 3.Volkswagen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.