coluna

Fernanda Camargo: O insustentável custo de investir desconhecendo fatores ambientais

'Estadão' volta a liderar em engajamento nas redes sociais

Desempenho da rede social Instagram ajudou o jornal a superar os concorrentes

O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2016 | 11h27

No mês de março, o Estadão retomou a liderança no ranking dos veículos de comunicação com maior engajamento nas redes sociais no Brasil. A métrica é usada como um padrão no mercado para medir o sucesso de uma marca nas redes e é pesquisada desde novembro do ano passado pela plataforma de monitoramento digital Torabit.

O estudo mostrou que o Estadão apresentou uma média de 3,68% de engajamento entre Facebook, Twitter e Instagram, ultrapassando o Zero Hora. Com exceção de fevereiro, o Estadão liderou todos os rankings desde o início da medição.

O desempenho foi puxado pelo Instagram: o Estadão conquistou 5,04% de engajamento neste meio, à frente dos concorrentes. O Facebook do jornal aparece com taxa de 5,52% e o Twitter, de 0,48%.

Entre os cinco primeiros do ranking, ainda aparecem as revistas Isto É e Época - que começaram a ser pesquisadas agora - e o UOL. A revista Veja também foi incluída agora no levantamento e ocupa a sexta posição. O jornal Folha de S. Paulo ocupa o sétimo lugar, com um engajamento médio de 1,59%.

Já do ponto de vista da quantidade de seguidores, o campeão continua sendo o R7, com 11,7 milhões de fãs no Facebook, 4,1 milhões no Twitter e 1,1 milhão no Instagram.

 

Metodologia. Para calcular a taxa de engajamento, o Torabit utiliza uma fórmula simples. A equação é composta pela soma de ações que os internautas fazem em cada rede (curtem, comentam ou compartilham) multiplicada por cem e dividida pelo número de seguidores do veículo ao final de cada mês. O resultado, em porcentual, é o índice de engajamento em cada rede.

Para compor o índice final, o Torabit calcula a taxa média, isto é, a soma das taxas obtidas por cada veículo dividida pela quantidade de redes - três, neste caso.

O resultado, em porcentual, permite comparar qual leitorado é mais ou menos engajado em relação aos concorrentes de qualquer um dos veículos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.