Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estado de greve não prejudica operações, diz Embraer

As atividades da fábrica da Embraer em São José dos Campos (SP) estão normais, segundo a companhia. Os metalúrgicos da empresa aprovaram, em assembleias realizadas ontem e hoje, estado de greve para a campanha salarial deste ano. A Embraer, porém, disse que não comentará as negociações.

SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

20 de setembro de 2011 | 15h03

A aprovação do estado de greve, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região, é uma resposta dos trabalhadores à postura da fabricante de aeronaves, que se nega a abrir negociação direta com a entidade. Os trabalhadores também pedem a antecipação da data-base de novembro para setembro e redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais.

As reivindicações já haviam sido aprovadas em assembleia, em agosto, mas a Embraer continua recusando-se a atender os trabalhadores, segundo o sindicato. Nas assembleias desta semana, os metalúrgicos decidiram dar 48 horas para que a empresa reconsidere sua posição.

Na pauta de exigências da categoria também estão incluídas negociação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) direta com o sindicato, melhores condições de saúde e segurança para os trabalhadores e que a empresa não desvie os ônibus dos funcionários nos dias de assembleia.

Tudo o que sabemos sobre:
metalúrgicosEmbraerestado de greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.