Estado de São Paulo está preocupado com a Vasp, diz Alckmin

O Estado de São Paulo está mais preocupado com a grave crise enfrentada pela Vasp como credor do que como acionista minoritário da companhia. A manifestação foi feita pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), após inauguração de piscinão no córrego do Pirajuçara, em São Paulo."Todo mundo está preocupado com o destino da Vasp. Não temos assento na direção da empresa e temos n ações contra a Vasp, porque quando ela foi privatizada, há cerca de 15 anos, em governos lá atrás, não pagaram um centavo para ter a empresa", argumentou.Alckmin lembrou ainda que o Estado questiona judicialmente um aumento de capital feito pela empresa aérea, no qual, segundo ele, "subvalorizaram a Vasp e sobrevalorizaram as empresas que ela incorporava, o que diminuiu a participação acionária do Estado".O governador não soube, entretanto, quantificar o volume de perdas financeiras que o Estado teve com a empresa aérea e que está cobrando na Justiça. Ele reiterou ainda que o Estado não tem como participar financeiramente de nenhuma operação de socorro para a companhia aérea.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.