‘Estado’ estreia 2ª feira a nova organização do jornal impresso

Jornal acompanha o tempo do leitor e passa a oferecer nos dias úteis três cadernos noticiosos e um suplemento; domingo será ampliado

O Estado de S. Paulo,

20 de abril de 2013 | 17h47

O Estado estreia nesta segunda-feira, 22, uma nova organização de sua edição impressa. Com o objetivo de acompanhar o tempo do leitor - menor nos dias úteis e maior nos fins de semana -, toda a edição do jornal foi revista e atualizada. De segunda a sábado, serão três cadernos noticiosos por dia, além de um suplemento temático. No domingo, a edição se amplia. Além disso, entra no ar a nova versão do Estadão Móvel para smartphones.

O objetivo é oferecer mais conveniência e organização, sem perder a essência do Estado -o aprofundamento e o caráter reflexivo e analítico. O projeto incluiu a realização de pesquisas com leitores, assinantes e formadores de opinião. "O público e o mercado sinalizaram uma relação muito positiva com o jornal e não desejam que ele altere sua essência. Ao mesmo tempo, querem mais conveniência de leitura nos dias úteis", diz Francisco Mesquita Neto, diretor-presidente do Grupo Estado.

O estudo sinalizou também que a mídia impressa deve acentuar sua vocação, que é a de trazer reportagens e informações exclusivas, aprofundar e analisar os fatos. "No novo projeto, nós editores vamos trabalhar ainda mais pelo leitor, organizando e aprofundando o que impacta o País e o mundo, a vida pessoal e o trabalho", afirma Ricardo Gandour, diretor de Conteúdo do Grupo Estado.

Todos os cadernos passaram por ajustes gráficos feitos em parceria com a consultoria Cases i Associats, escritório de design editorial e gráfico de Barcelona. "A ideia é facilitar a leitura e ajudar o leitor a identificar diferentes tipos de reportagens e análises ao longo da edição", diz Roberto Gazzi, diretor de Desenvolvimento Editorial.

As mudanças passaram também pelos horários de fechamento industrial e pela logística. O processo de impressão e montagem dos exemplares que chegam às bancas e aos assinantes foi revisto em toda a sua extensão. "As áreas industrial e de logística simplificaram a operação, o que significa um melhor serviço para o leitor", diz Christiano Nygaard, diretor de Mercado Leitor e Operações.

"Essa busca por atender os leitores, reforçando o jornalismo independente e analítico e inovando, tem marcado os nossos 138 anos de história. O projeto faz parte da visão de sustentabilidade empresarial do Grupo, de acompanhar as tendências de um mundo cada vez mais veloz e digital, sem alterar sua essência e seus valores: a defesa republicana da livre iniciativa, da economia liberal, da democracia e do equilíbrio entre os Poderes", completa Mesquita Neto.

Mudanças. A partir de de segunda-feira, além das editorias de Política e Internacional, o Primeiro Caderno trará a editoria Metrópole, com as notícias e discussões mais importantes de São Paulo e de outras regiões do País, além dos assuntos ligados a saúde, educação, ciência e meio ambiente. De terça-feira a sábado, também farão parte do Primeiro Caderno as páginas de Esportes, que, aos domingos e segundas, ganharão um caderno especial: a Edição de Esportes, marca criada nos anos 1960 pelo Grupo Estado. O caderno circulará também nas finais de campeonatos e em grandes eventos esportivos, como as Copas do Mundo e das Confederações e a Olimpíada. 

O segundo caderno diário será o de Economia & Negócios (E&N), que, além do reconhecido noticiário sobre política econômica, ampliará sua cobertura do meio empresarial, da inovação e da tecnologia. A marca Link continuará a existir também no portal estadão.com.br, no novo Estadão Móvel e em projetos especiais. É o mesmo caso do Estadinho - que deixará de circular semanalmente no impresso, mas seguirá nas edições especiais. Os cadernos Estadão.Edu (sobre educação), Planeta (meio ambiente) e Estadão PME (sobre pequenas e médias empresas) continuam mensais.

Já o Caderno 2 ampliará sua tradicional cobertura cultural com reportagens sobre entretenimento, tendências, comportamento e cultura digital. Também incorporará a cobertura de literatura, até ontem concentrada no Sabático.

Outra grande novidade é o Olhar Estadão, seção que circulará aos domingos dentro do Aliás com as melhores imagens da semana e seções especiais. Outros suplementos também ganharão seções. Como o Casa, publicado aos domingos, e o Viagem, que sai às terças-feiras. Aos sábados, os Classificados de Carros e Imóveis terão maior conteúdo editorial. Casa, Divirta-se, Jornal do Carro e alguns cadernos Classificados circulam na cidade de São Paulo.

Tendência mundial. "O Estado se reorganiza durante a semana para oferecer um produto mais encorpado nos fins de semana. É uma tendência e um caminho natural a seguir nos meios impressos: mais dinamismo de segunda a sexta-feira, quando as pessoas têm menos tempo para se informar, e mais profundidade e densidade nos fins de semana, quando as pessoas estão mais relaxadas para se dedicar à leitura."

Antoni Cases, Diretor da Cases I Associats

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.