‘Estado’ lança novo caderno de negócios

Publicação semanal estreia no dia 1.º de fevereiro trazendo as notícias do mundo empresarial; caderno diário também terá novidades

23 Janeiro 2010 | 23h21

O Estado lança, na segunda-feira, dia 1º de fevereiro, um novo caderno semanal dedicado à cobertura de negócios. A publicação faz parte da estratégia do Grupo Estado de reforçar ainda mais a sua cobertura da área econômica. Além do caderno, o projeto inclui novos conteúdos e seções no atual caderno Economia & Negócios, um novo site econômico (leia texto nesta página) em parceria com a Agência Estado e um programa na Rádio Eldorado.

 

O novo caderno semanal vai mergulhar no assunto, com reportagens exclusivas, perfis de empresários e tendências do mundo dos negócios. Além da cobertura dos setores tradicionais da economia, a publicação vai abordar temas como inovação, empreendedorismo, gestão e carreiras.

Semanalmente, a edição vai trazer a seção Negócios por quem faz Negócios, com artigos escritos por personalidades do meio empresarial, gestores de finanças e advogados especializados em fusões e aquisições e no mercado de capitais.

 

A seção Mídia & Publicidade será ampliada. Além de matérias sobre o setor, haverá um novo espaço para comentários e análises curtas sobre peças publicitárias.

 

Outra novidade é uma coluna de notas editada pelo jornalista Clayton Netz. A coluna também circulará de terça a sexta-feira no atual caderno diário, que terá outras novidades, como uma nova seção de finanças pessoais às segundas-feiras. A ideia é orientar o investidor em meio às profundas mudanças do cenário econômico no País e no mundo. O atual time de articulistas terá o reforço dos economistas José Roberto Mendonça de Barros e Affonso Celso Pastore.

 

"É um projeto multimídia por excelência, e representa mais um avanço na integração das redações do papel, da internet, dos serviços em tempo real e da rádio", afirma o diretor de conteúdo do Grupo Estado, Ricardo Gandour. "O grupo quer criar uma plataforma na área de economia que poucos têm no Brasil e no mundo. Queremos atender ainda melhor o leitor qualificado, como empresários, executivos, formadores de opinião, estudantes e estrangeiros que fazem negócios no Brasil", afirma o diretor-presidente do grupo, Silvio Genesini.

 

O Grupo Estado tem forte tradição jornalística e de prestação de serviços nessa área, construída há décadas por meio do caderno de Economia do Estado, das plataformas de notícias em tempo real e de análises da Agência Estado, e da prestação de serviços do Jornal da Tarde e da Rádio Eldorado. "Com esse novo projeto, o grupo amplia sua contribuição ao País nesses assuntos", afirma Gandour.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.