Estados Unidos querem evitar disputa longa

Estados Unidos querem evitar disputa longa

O representante de comércio dos Estados Unidos, Ron Kirk, disse na sexta-feira estar relutante em entrar em uma longa disputa comercial com a China, num momento em que os EUA tentam dobrar suas exportações para os países emergentes em um prazo de cinco anos.

, O Estado de S.Paulo

28 de março de 2010 | 00h00

Empresários e políticos americanos têm reclamado das atitudes do governo chinês, que, segundo eles, dificultam as exportações americanas para o país. A relação entre os dois países ganhou novos contornos na semana passada, com o Google transferindo suas operações na China de Pequim para Hong Kong, após uma disputa com o governo local relacionada à censura.

Kirk afirmou a repórteres em Bruxelas que os EUA vão lutar pelos direitos do Google, mas que vão preferir evitar ações legais em disputas relacionadas ao yuan e ao Google para ajudar no esforço de exportação das pequenas empresas do país.

"Essas pequenas empresas não conseguem sobreviver a uma disputa de três, cinco, sete anos", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.