AFP PHOTO / Nicholas Kamm
AFP PHOTO / Nicholas Kamm

Trump afirma que pode tarifar produtos da China em até US$ 500 bi

Presidente afirmou que quer mudanças na relação comercial e diz que China 'tira vantagem' dos EUA

Equipe AE

20 de julho de 2018 | 09h16

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou estar disposto a impor tarifa sobre todas as importações da China, caso não ocorram mudanças na relação comercial. "Estamos prontos a ir até 500", afirmou, durante entrevista à rede CNBC, referindo-se ao déficit comercial americano com os chineses todo o ano passado, de US$ 505 bilhões.

+ UE prepara nova lista de retaliação a produtos dos EUA

"Eles estão tirando vantagem de nós e não gosto disso", afirmou Trump, ao comentar as relações comerciais americanas em geral, não apenas com a China. Ele citou também especificamente o caso do México, argumentando que "ele também tira vantagem de nós".

+ Tarifas dos EUA sobre carros europeus seriam 'um desastre', diz comissária da UE

Segundo Trump, as bolsas de Nova York poderiam ter subido 80% desde sua eleição, diante da força da economia americana, mas avançaram cerca da metade disso por sua campanha para forçar os parceiros comerciais a reduzir déficits. Segundo ele, trata-se de uma questão de justiça. "Não estou fazendo isso por política, mas porque é a coisa certa para nosso país."

Trump ainda admitiu que a China pode ter se assustado com sua postura, o que ele disse que não deseja. Novamente reafirmando sua boa relação com o presidente chinês, Xi Jinping, o presidente americano disse apenas que deseja mudanças no quadro comercial. "Eu quero que eles se saiam bem. Gosto muito do presidente Xi, mas isso tem sido muito injusto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.