Al Drago / Bloomberg
Al Drago / Bloomberg

Estamos próximos de acordos comerciais 'muito justos', diz Trump

Presidente dos EUA, porém, não citou com quais nações ele está negociando

Mateus Fagundes e Victor Rezende, O Estado de S.Paulo

02 Julho 2018 | 16h23

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na tarde desta segunda-feira, 2, em Washington, que o país está próximo de fechar "acordos comerciais muito justos" com outras nações, sem citar, porém, com quais nações ele está negociando.

+ Trump parabeniza Obrador no Twitter por vitória nas eleições do México

Ao receber na Casa Branca o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rute, Trump disse que vai se reunir "muito em breve" com funcionários da União Europeia para tratar da questão comercial com o bloco. 

O presidente americano ameaça no bastidores sobretarifar as importações de carro do continente, em medida semelhante às importações de aço e alumínio.

+ Trump ataca Opep e ameaça europeus com sanção

Ainda sobre comércio, Trump disse que uma eventual saída do país da Organização Mundial do Comércio (OMC) está fora de questão. "Mas eles têm nos tratado muito mal e eu espero que mudem de posição", afirmou.

O presidente americano afirmou também que ligou para o presidente eleito do México, o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, e que a conversa girou em torno da proteção de fronteiras, da reformulação do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta) e da possibilidade de um acordo bilateral com o país.

Trump reiterou o planejamento de anunciar na próxima segunda-feira, 9, o próximo membro da Suprema Corte, em substituição ao juiz Anthony Kennedy. Segundo o presidente, ele entrevistou quatro pessoas hoje. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.