Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estatais levam maior parte das linhas de transmissão

Cinco dos sete lotes das linhasde transmissão de energia elétrica vendidas nesta quarta-feirapelo governo brasileiro foram comprados por empresas estatais,em consórcio ou sozinhas. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), houve deságio significativo em relação à receita anualpermitida em todos os lotes arrematados. Duas empresas de controle estrangeiro, a Companhia deTransmissão de Energia Elétrica Paulista, da colombiana ISA, ea espanhola CYMI Holding, levaram os dois lotes que não ficaramsob controle estatal. O deságio médio nos sete lotes arrematados ficou em 51 porcento. Esse é o percentual médio abaixo do valor máximoestipulado para a receita anual por meio de tarifas. Apesar da grande participação estatal, o presidente daEletrobrás, Valter Cardeal, gostou do evento. "Não acredito que o leilão não tenha sido um sucesso sóporque as estatais foram as maiores vencedoras. Isso éconcorrência, é competição, é o modelo de modicidadetarifária", afirmou. (Por Rodrigo Viga Gaier)

REUTERS

07 de novembro de 2007 | 13h08

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIALEILAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.