Estimativa do FMI para o Brasil não é confiável, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez palestra no sábado a noite na Biblioteca do Congresso dos EUA para 140 convidados do Itaú BBA. O valor do cachê não foi informado.

O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2011 | 03h04

O ex-presidente criticou o Fundo Monetário Internacional (FMI) "por não ter dado nenhum palpite consistente" nos últimos anos para evitar o agravamento da crise na Europa e Estados Unidos.

Lula disse que as estimativas do Fundo para o Brasil não são confiáveis. A desvalorização do real nas últimas duas semanas, em sua opinião, será transitória e não terá efeito inflacionário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.