Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Estoque de crédito amplia 2,6% em julho, informa BC

Carteira atingiu R$ 1,311 trilhão ao final do mês passado; em 12 meses, acumula expansão de 20,8%

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

26 de agosto de 2009 | 10h37

As operações de crédito no sistema financeiro tiveram expansão de 2,6% em julho, na comparação com junho, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo Banco Central. Com essa variação, o estoque de operações de crédito atingiu R$ 1,311 trilhão ao final do mês passado. Em 12 meses, essa carteira acumula expansão de 20,8%.

 

Segundo o BC, a expansão do crédito em julho "resultou de comportamentos distintos entre as operações com recursos direcionados, que apresentaram acentuada expansão e os empréstimos com recursos livres, cujo desempenho mostrou arrefecimento relativamente ao mês anterior". De acordo com o BC, a carteira com recursos direcionados teve expansão de 7,8%, ante junho, para R$ 407,787 bilhões. Em 12 meses, essa carteira cresceu 32,6%. Chama atenção o desempenho das linhas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que tiveram expansão de 12,2% no mês e 41% no acumulado de 12 meses.

 

No segmento de crédito livre, houve expansão de 0,4% na mesma base de comparação mensal, para R$ 903,585 bilhões. Em 12 meses, a expansão é de 16,1%. Apesar da expansão mensal de julho, ante junho, o ritmo foi menor do que o registrado no comparativo mensal anterior. Em junho, a expansão pelo segmento crédito livre havia sido de 1,09% ante maio.

 

De acordo com o BC, com a expansão do crédito no mês passado, a participação do crédito no PIB atingiu 45% em julho, de 43,9% em junho.

 

Recorde no prazo médio de financiamento para pessoa física em julho

O prazo médio dos financiamentos para as pessoas físicas chegou ao recorde de 497 dias corridos em julho. Esse aumento foi puxado pelo crédito habitacional, que registrou prazo médio de 3020 dias. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central.

 

Os financiamentos habitacionais estão crescendo muito e os prazos estão cada vez mais elevados, disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes.

 

De junho para julho, houve aumento de 18 dias no prazo médio total. No caso dos financiamentos habitacionais, o crescimento foi de 61 dias. O prazo para o crédito pessoal também aumentou, de 524 para 554 dias. No caso da compra de veículos, o aumento do prazo foi de apenas dois dias, para 578.

 

Para as empresas, o prazo médio passou de 267 para 270 dias corridos.

Tudo o que sabemos sobre:
estoque de créditojulhoBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.