finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Estoque de empresas dos EUA sobe 0,8% em dezembro

Os estoques das empresas dos EUA subiram para o seu maior nível em quase dois anos em dezembro, à medida que as companhias anteciparam um aumento das vendas. Os estoques aumentaram 0,8% em dezembro, para US$ 1,435 trilhão, em termos ajustados sazonalmente, em comparação com novembro. A média das estimativas dos analistas era de alta de 0,7%. Os dados de novembro foram revisados para mostrar elevação de 0,4% nos estoques, em vez da alta de 0,2% calculada anteriormente.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

15 de fevereiro de 2011 | 13h37

O relatório do Departamento do Comércio mostrou também que as vendas das empresas subiram 1,1% em dezembro, para US$ 1,148 trilhão, depois de aumentarem 1,4% em novembro, segundo dados revisados. Os números das vendas em dezembro foram os mais altos desde setembro de 2008.

Os estoques das varejistas subiram 0,4% em dezembro, enquanto as vendas aumentaram 0,6% durante o período de compras de fim de ano. Já os estoques dos atacadistas avançaram 1%. Os estoques das indústrias manufatureiras cresceram 1,1%.

A relação entre estoques e vendas ficou em 1,25 em dezembro, inalterado em relação a novembro. Essa proporção indica como as empresas estão equilibrando oferta e demanda por meio do cálculo do tempo, em meses, que uma empresa precisará para vender todo seu estoque atual.

Os estoques das concessionárias de carros recuaram 0,4% em dezembro. Excluindo as concessionárias, os estoques de outras varejistas aumentaram 0,7%. Os estoques das lojas de mercadorias gerais aumentaram 1,2% em dezembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
estoquesvendasempresasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.