Estoques de derivados de petróleo na China caem 4,5%

Estoques de gasolina eram 9,2% maiores na comparação entre novembro de 2009 e o mesmo mês em 2008

Cynthia Decloedt e Marcílio Souza, da Agência Estado,

23 de dezembro de 2009 | 10h02

Os estoques de produtos derivados do petróleo ao final de novembro na China estavam em queda de 4,5% em comparação com os níveis registrados em igual período do ano passado, de acordo com dados da Associação de Petróleo e da Indústria Química do país.

 

Os estoques de gasolina eram 9,2% maiores, enquanto os de diesel estavam 11,9% abaixo dos níveis do final de novembro de 2008.

 

As vendas de produtos de petróleo cresceram 22,1% nessa base de comparação, 5,3 pontos porcentuais a mais do que a alta registrada em outubro ante outubro de 2008. As vendas de gasolina aumentaram 15,3% e as de diesel, 24,5% em novembro ante novembro do ano passado.

 

Importação

 

O Iraque irá mais que dobrar suas exportações de petróleo para a China em 2010, uma vez que a demanda no setor de energia segue crescendo em meio a recuperação da economia chinesa, informou o site britânico TimesOnline nesta quarta-feira, 23. Segundo o ministro do Petróleo do Iraque, Hussain al-Shahristani, os embarques de petróleo para a China irão subir de cerca de 144 mil barris ao dia para 300 mil barris ao dia em 2010. O ministro fez a declaração na terça-feira, 22, durante o encontro da Opep. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoimportaçãoestoqueChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.