Estoques de trigo da Austrália caem 18,5% em julho ante junho

Os estoques totais de trigo da Austrália caíram para 11,46 milhões de toneladas no final de julho, queda de 2,6 milhões de toneladas ante o final de junho, com a maior queda registrada no principal Estado exportador Western Australia, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.

Reuters

17 de agosto de 2012 | 11h16

Todos os Estados mostraram uma retração nos estoques, segundo o Escritório de Estatísticas da Austrália, mas Western Australia registrou a maior queda, com 1,02 milhão de toneladas vendidas.

Grande parte do trigo da Western Australia é exportada para a Ásia, embora o programa de exportação do Estado tenha tido um início mais lento neste ano, sentindo o peso do alto preço do cereal, disseram os analistas.

Entretanto, a competitividade aumentou nos meses recentes.

"Os preços de trigo da Western Australia ainda estão um pouco mais altos do que na costa leste, mas a demanda pelo trigo Western Australian também tem sido forte", disse Luke Matthews, estrategista de commodities do Commonwealth Bank of Australia.

Os estoques globais de trigo permanecem ajustados em meio ao receio de que a Rússia implemente limites às exportações. A consultoria SovEcon estima que os estoques de grãos nas fazendas na Rússia estão em 15,73 milhões de toneladas até 1o de agosto, no seu menor nível desde 2006.

Western Australia é tradicionalmente o maior produtor e exportador de trigo da Austrália, normalmente respondendo por mais de um terço da produção.

(Reportagem de Colin Packham)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSTRIGOAUSTRALIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.