Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Estoques no atacado dos EUA caem para menor nível em 7 anos

Dados do Departamento de Comércio mostram queda de 1,1% em outubro, para um patamar de US$ 438 bilhões

Marcílio Souza, da Agência Estado,

10 de dezembro de 2008 | 13h39

Os estoques no atacado nos Estados Unidos caíram 1,1% em outubro na comparação com setembro, de acordo com o Departamento de Comércio norte-americano, para um nível sazonalmente ajustado de US$ 438,18 bilhões. Analistas esperavam, em média, declínio de 0,2%. O dado de setembro foi revisado da estimativa inicial de queda de 0,1% para queda de 0,4% na comparação com agosto. A queda de 1,1% em outubro foi a maior desde a registrada em novembro de 2001, quando o recuo também foi de 1,1%.  Veja também:Desemprego, a terceira fase da crise financeira globalDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise   As vendas no atacado dos EUA, por sua vez, despencaram 4,1% em outubro ante setembro, para um nível sazonalmente ajustado de US$ 377,40 bilhões, depois de terem diminuído 2,1% em setembro. A queda originalmente divulgada em setembro havia sido de 1,5%. Na comparação com outubro do ano passado, os estoques no atacado cresceram 8,0%, enquanto as vendas aumentaram 2,7%.  A relação entre estoques e vendas, uma medida de quantos meses uma empresa demora para eliminar seu estoque atual, subiu de 1,12 em setembro para 1,16 em outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraCrise nos EUAEstoques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.