'Estou orgulhoso do papel que o Casino terá no Pão de Açúcar', diz Naouri

O presidente do conselho de administração e CEO do Casino afirmou que manterá a identidade da companhia e sua cultura brasileira, além do apoio a diretoria do grupo

Vanessa Stecanella, da Agência Estado ,

22 de junho de 2012 | 18h18

SÃO PAULO - O francês Jean-Charles Naouri, presidente do conselho de administração e CEO do Casino, que assumiu hoje o controle do Grupo Pão de Açúcar, declarou há pouco que está "muito feliz e orgulhoso" do novo papel que rede francesa terá na companhia fundada pela família Diniz.

O empresário afirmou que manterá a identidade da companhia e sua cultura brasileira, além do apoio a diretoria do GPA, liderada por Enéas Pestana, CEO da companhia. "O objetivo é reforçar a posição de liderança do GPA e fazer dela uma empresa ainda mais amada e admirada", disse em nota à imprensa.

Naouri destacou que, desde o início da parceria em 1999, acredita no Brasil e no Pão de Açúcar. "Com a contribuição ativa do Casino desde o seu primeiro investimento na companhia há 13 anos, o GPA tornou-se líder incontestável em distribuição no Brasil e o maior empregador privado do País", ressalta a nota.

Em assembleia geral extraordinária da Wilkes, holding que controla diretamente o GPA, foi aprovada a nomeação de Jean-Charles Naouri à presidência do Conselho de Administração da Wilkes. Com esta nomeação, o Grupo Casino passa a ser o único acionista controlador do GPA, conforme previsto pelos acordos assinados com a família Diniz.

Durante a Assembleia Geral Extraordinária do Grupo Pão de Açúcar também realizada hoje em São Paulo, foram eleitos os Srs. Eleazar de Carvalho Filho, Luiz Augusto de Castro Neves e Roberto Oliveira de Lima para o Conselho de Administração do GPA.

Dessa forma, passam a ser oito os conselheiros nomeados pelo Grupo Casino, que detém, assim, a maioria dos votos no âmbito do Conselho de Administração do GPA. Abilio Diniz indicou outros três membros, além de quatro conselheiros independentes.

Tudo o que sabemos sobre:
casinoabiliopao de açucar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.